O anúncio do banimento de qualquer criptomoeda no país veio por meio do Banco do Estado do Paquistão (SBP) que também pediu ao Supremo Tribunal de Sindh a proibição de “operações não autorizadas” utilizando criptomoedas com direito a penalidade.

Após a recomendação das medidas pelo Comitê Interministerial do Paquistão a decisão foi tomada e divulgada a partir de um relatório de 38 páginas. Segundo o comitê os riscos do uso das criptomoedas superem seus benefícios para o Paquistão, devendo ser declaradas ilegais.