O final da semana passada tinha um cenário extremamente positivo: XRP com alta de 70% e o preço do Bitcoin (BTC) acima de US$ 31 mil. No entanto, o segundo cenário acabou numa completa frustração, já que o BTC perdeu força novamente e não conseguiu se manter acima desse patamar.

No acumulado da semana, a criptomoeda acumulou alta de 0,25%, ou seja, operou praticamente na estabilidade. Até o início do sábado (15), contudo, a alta ultrapassava os 2%, o que fez a semana terminar com um gosto agridoce para os investidores. Já nesta segunda-feira (17), o Bitcoin abriu em queda de 0,7% e valendo US$ 30.088, ou cerca de R$ 145 mil.

Por causa dessa queda, todo o Top 10 abriu o dia em queda, incluindo a XRP – que caiu 0,6%. O preço da Cardano (ADA) foi o que mais sofreu, perdendo 2,9%, seguida da queda de 2,8% da BNB. Solana (SOL) e Dogecoin (DOGE) caíram 2,2% cada, enquanto o Ether (ETH) perdeu 0,7% e abriu o dia valendo US$ 1.916 (R$ 9.183).

O valor de mercado total das criptomoedas abriu o dia valendo US$ 1,25 trilhão (R$ 6 trilhões), com queda de 0,6%, enquanto o volume subiu 17%, atingindo US$ 28,6 bilhões (R$ 137 bilhões). A dominância do Bitcoin chegou a 46,9% e a do ETH em 18,4%, totalizando 65,3%.

XRP lidera a semana

Em contrapartida ao fraco desempenho desta segunda-feira, a XRP acumulou alta de 59% na semana passada e foi de longe a maior valorização em todo o Top 100. Outro token que teve alta expressiva foi o 1INCH, que ganhou 43,34%, enquanto a Stellar (XLM) valorizou mais de 33%.

No campo negativo as perdas foram mais moderadas, com destaque para as criptomoedas oriundas de “forks” do Bitcoin, como o Bitcoin Cash (BCH), que perdeu 5,56%, e a XEC, com perda de 10%. Mas o destaque negativo ficou com o Bitcoin Satoshi Vision (BSV), com perda de 11,56%.

O fato de o trio estar presente entre as maiores quedas não é surpresa, visto que essas criptomoedas costumam emular o desempenho do BTC, só que com mais intensidade. Ou seja, quando o preço do Bitcoin valoriza, seus clones registram maiores altas, mas quando cai, as perdas também são bem maiores.

Futuros e liquidações

Tanto os volumes de futuros quanto as liquidações de criptomoedas abriram o dia em forte alta, de acordo com o Coinglass. O volume de futuros atingiu US$ 61 bilhões, alta de 29% nas últimas 24 horas. A Binance liderou o mercado puxando US$ 7 bilhões, contra US$ 3 bilhões da Bitget.

Já as liquidações movimentaram mais de US$ 70 milhões, o que significa uma alta de 56% no período de 24 horas, e liquidaram principalmente quem apostava em novas altas, mas tiveram perdas coletivas de US$ 51 milhões. Dessa vez, porém, a XRP liderou a maior parte das liquidações (US$ 10,29 milhões) e o Bitcoin ficou apenas na terceira posição (US$ 8,12 milhões).

Já a maior liquidação individual foi de US$ 629 mil e ocorreu na Binance em uma negociação de ETH/USDT. As perdas das liquidações de comprados e vendidos atingiram um total de 32.816 traders.