O analista de criptomoedas conhecido como Titan of Crypto, que ficou famoso no setor de criptomoedas por acertar em diversas vezes o preço de algumas altcoins e a recuperação do Bitcoin em 2023, disse que o preço da maior criptomoeda do mercado sairá desta fase de consolidação entre US$ 25 mil e US$ 30 mil.

Segundo suas análises técnicas, ele acredita que o Bitcoin pode atingir a marca de US$ 50 mil antes do próximo halving, que irá reduzir pela metade o número de BTC pagos aos mineradores.

O primeiro halving do Bitcoin ocorreu em 2012, quando a recompensa dos mineradores caiu de 50 BTC para 25 BTC por bloco minerado. Em 2016, ocorreu o segundo halving, reduzindo a recompensa para 12.5 BTC. O terceiro halving aconteceu em maio de 2020, diminuindo a recompensa para 6,25 BTC e agora ela será reduzida para 3,125 BTC.

A previsão do analista se baseia em uma análise gráfica de longo prazo do preço do Bitcoin. Ele utiliza caixas coloridas para representar diferentes fases do mercado: verde para o mercado de alta, vermelho para o mercado de baixa e azul para a fase de recuperação.

Análise do Bitcoin

De acordo com sua análise, durante a fase de recuperação, o Bitcoin tende a retroceder até o nível de retração de Fibonacci de 78.6%, os quais são considerados um nível-chave de suporte e resistência.

“O nível de Fibonacci de 78,6% está em US$ 50.000. Portanto, antes do halving chegaremos a US$ 50 mil por BTC”, disse ele.

O analista está prevendo essa alta do Bitcoin mesmo sem a aprovação de um ETF Spot de Bitcoin. Os ETFs de Bitcoin, que permitem aos investidores negociar a criptomoeda em mercados tradicionais, são um ponto de discussão nos últimos anos com o potencial de impulsionar o preço do BTC para novas máximas históricas.

Os ETFs de futuros de Bitcoin foram aprovados em 2017, mas os ETFs spot ainda aguardam aprovação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) que, segundo analistas, deve aprovar os pedidos atuais no primeiro trimestre do próximo ano.

.