China realiza primeiro empréstimo da história com CBDC
A China realiza primeiro empréstimo da história usando uma moeda digital de banco central (CBDC, na sigla em inglês), no caso o Yuan Digital. Conforme informou o país, uma ampla parceria entre empresas e governo permitiu a operação.
Criptomoedas, Innovation, News

China realiza primeiro empréstimo da história com CBDC

A China realiza primeiro empréstimo da história usando uma moeda digital de banco central (CBDC, na sigla em inglês), no caso o Yuan Digital. Conforme informou o país, uma ampla parceria entre empresas e governo permitiu a operação.

A ação tem o apoio de Zhangjiagang Financial Supervision Bureau, Market Supervision Bureau e Nanfeng Town Government. A transação ocorreu por meio da cooperação tripartida entre governo, banco e empresa.

Segundo o portal Sohu, o Zhangjiagang Rural Commercial Bank emitiu uma promessa de direitos de propriedade intelectual. A promessa foi emitida para uma empresa de fabricação de equipamentos de proteção ambiental em Suzhou sob a forma de Yuan Digital.

A empresa recebeu um total de 500.000 Yuans e o banco terá o direto de determinada propriedade intelectual como garantia. Em seguida, todo o valor foi creditado diretamente na carteira de Yuan Digital da empresa.

“Este empréstimo na forma de Yuan digital é mais uma tentativa do banco de se adaptar à expansão da economia digital. No futuro, o Zhangjiagang Rural Commercial Bank continuará a explorar ativamente o setor”, disse o executivo do banco, Qian Cheng.

Cerca de dois dias antes, o Banco Popular da China disse que deseja expandir o uso do Yuan Digital. Além disso, a instituição quer o Yuan Digital operando em mais de 20 províncias (hoje são 15).

Segundo o Banco Popular da China, o país já registrou 264 milhões de transações de Yuan Digital. Ou seja, cerca 83 bilhões de CNY (US$ 12,29 bilhões) desde o início do projeto.

Hoje, mais de 4,567 milhões de terminais comerciais em toda a China já aceitam Yuan Digital como pagamento.

O Banco Popular da China deve seguir o exemplo do Banco Central do Brasil com o Real Digital. De acordo com fontes locais, o PBoC deve habilitar contratos inteligentes em seu projeto de yuan digital.

Dessa forma, essa pode ser uma indicação de que a blockchain pode desempenhar um papel de destaque no futuro do e-CNY.

 

Posts relacionados

Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados *