Mastercard se une ao protocolo Immersve para permitir pagamentos com USDC
Mastercard se une ao protocolo Immersve
Business

Mastercard se une ao protocolo Immersve para permitir pagamentos com USDC

A gigante de pagamento Mastercard se une ao protocolo Immersve para permitir pagamentos com USDC, e firmou uma parceria com o protocolo da Web3 Immersve que permitirá aos usuários realizar pagamentos em cripto com a stablecoin USDC, da Circle, nos mundos digital, físico e no metaverso.

Consoante o anúncio, no momento do pagamento, a USD Coin – lastreada em um para um com o dólar dos Estados Unidos – será convertida em moeda fiduciária e, assim, usada ​​para liquidar as transações na rede da Mastercard.

Mastercard permitirá pagamento com USD Coin

A parceria em questão usará protocolos descentralizados para liquidar transações com a moeda digital estável em tempo real. Será possível conduzir pagamentos em estabelecimentos que aceitam pagamentos online com Mastercard. Além disso, os usuários poderão usar as suas carteiras Web3 para efetuar os pagamentos. Isso por meio de uma parceria da Immersve com um provedor de liquidação terceirizado ainda desconhecido.

“Adoramos o fato de nossa plataforma oferecer suporte a pagamentos criptos centralizados e experiências descentralizadas a fim de permitir que os indivíduos se tornem mestres de seu dinheiro. A Immersve está literalmente construindo pontes que possibilitam que os indivíduos façam transações diretamente de suas carteiras de criptomoedas em qualquer lugar onde a Mastercard seja aceita on-line”, disse o CEO da Immersve, Jerome Faury.

Há alguns anos a Mastercard tem buscado se envolver, de alguma forma, com o mercado de criptomoedas e blockchain. Ainda em 2021, a empresa de pagamentos adquiriu a empresa de rastreamento de criptomoedas CipherTrace. O objetivo, segundo a Mastercard, foi ampliar os seus recursos na área de criptomoedas, fornecendo “transparência e suporte adicionais” para o ecossistema.

No final daquele ano, a Mastercard se uniu à empresa de software ConsenSys para lançar uma solução que visa tornar a rede Ethereum mais escalável, rápida e privada. A ConsenSys Rollups fornece “recursos de privacidade e escalabilidade” para aplicativos conectados a qualquer sistema compatível com o Ethereum Virtual Machine (EVM).

Em seguida, em junho de 2022, a gigante de pagamentos anunciou uma parceria com o Mercado Pago, fintech de pagamentos do Mercado Livre, para usar a CipherTrace na segurança de operações com ativos digitais do Mercado Pago.

A Mastercard também se uniu à exchange de criptomoedas Binance para o lançamento de um cartão com suporte para cripto na Argentina e no Brasil. No Brasil, os usuários podem pagar com o cartão em mais de 90 milhões de estabelecimentos que aceitem a bandeira Mastercard. Isso se aplica tanto para lojas físicas quanto para lojas online.

Segundo a Binance, as transações ocorrem de forma automática. Ou seja, as criptomoedas da pessoa compradora são convertidas em moeda fiduciária em tempo real no ponto de compra. Assim, o usuário paga em cripto, mas o comerciante recebe em Real. Além disso, o usuário pode ganhar até 8% em cashback de criptomoeda em compras qualificadas. Também pode desfrutar de taxa zero em saques em caixas eletrônicos.

 

Posts relacionados

Deixe um comentário

Campos obrigatórios estão marcados *