A Starbucks, anunciou que em breve entrará no universo dos tokens não fungíveis (NFTs). Conforme anunciou Howard Shultz, CEO da Starbucks, a empresa irá promover ações no metaverso com NFTs até o final de 2022.

O CEO fez o anúncio em um fórum aberto para funcionários e parceiros da Starbucks. Um vídeo do evento está disponível no canal da Starbucks no YouTube.

Shultz disse que a empresa entrará no metaverso e isso irá ocorrer até o final do ano.

Apesar de seus concorrentes já estarem no negócio de NFT, a Starbucks está confiante de que sua herança e coleção de itens colecionáveis ​​darão à empresa uma vantagem competitiva.

“Se você olhar para as empresas, as marcas, as celebridades, os influenciadores que estão tentando criar uma plataforma digital NFT e negócios, não consigo encontrar um deles que tenha o tesouro de ativos que a Starbucks tem, de colecionáveis ​​a todo o patrimônio da empresa.”, disse.

Bakkt

Essa não é a primeira participação da Starbucks no mercado de criptomoedas.

Em 2018, por exemplo, a proprietária da NYSE, a Intercontinental Exchange (ICE), a gigante de tecnologia Microsoft e a Starbucks se uniram para lançar uma nova empresa, a Bakkt, que atua no mercado de investimento institucionais com Bitcoin.

Cmo parte da parceria, em 2021, a Bakkt anunciou o lançando de uma wallet para criptomoedas com empresas como a Starbucks entre sua lista de parceiros comerciais.

A rede anunciou que trabalha em uma aplicação blockchain dentro de seu programa de fidelidade.

“Por meio de blockchain ou outras tecnologias inovadoras, estamos explorando como tokenizar o programa de fidelidade Stars, criando a capacidade de outros comerciantes conectarem seu programa de recompensas ao Starbucks Rewards. Isso permitirá que os clientes troquem valor entre as marcas, participem de experiências mais personalizadas, aprimorem os serviços digitais e troquem outros pontos de fidelidade por Stars na Starbucks”, revelou a empresa.