Durante a histórica corrida de criptomoedas de 2021, várias empresas de capital aberto aumentaram sua exposição ao Bitcoin e outras passaram a se expor à maior criptomoeda do mercado. Em um artigo recente, a plataforma agregadora de dados de cripto CoinGecko listou as 10 principais empresas públicas que possuem Bitcoin.

Segundo o estudo, a MicroStrategy Inc., de Michael Saylor, é a empresa que possui as maiores participações em Bitcoin. A companhia possui 152.333 BTC e um retorno não realizado sobre o investimento (ROI) de 11,07%, equivalente a US$ 456.712.092 em lucros hoje (considerando o preço no BTC na casa dos US$ 30.000).

Outras das 10 principais empresas de capital aberto que detêm Bitcoin atualmente veem lucros não realizados variando entre 9,79% (Block Inc) e 106,3% (Marathon Digital Holdings). Além disso, as duas empresas que atualmente têm uma perda não realizada em suas participações em Bitcoin são NEXON Co. e Tesla, com -48,32% e -5,97%, respectivamente.

Empresas de mineração

Enquanto isso, as empresas de mineração Hut 8 Mining Corp., Riot Platforms, Inc. e Hive Blockchain veem o maior lucro não realizado por Bitcoin. Isso se explica considerando a natureza dos negócios de mineração, em que seu preço de entrada é US$ 0 por Bitcoin (excluindo despesas como mão de obra, instalações e custos de eletricidade).

Conforme apontou o CoinGecko, das sete empresas no top 10 que não estão no negócio de mineração cripto, a Marathon Digital Holdings detém atualmente a maior porcentagem de lucro não realizado: 106,3%.

A companhia tem um valor de entrada aproximado de US$ 189.087.000 em 2021 e tem, hoje, cerca de US$ 390.087.792. Além disso, a Marathon também aumentou a sua participação total em Bitcoin em 28,94%, passando de 10.054 BTC para 12.964 BTC.

Empresas com exposição ao Bitcoin

Ainda segundo o CoinGecko, quatro das sete empresas que permaneceram no top 10 desde 2021 aumentaram suas participações totais em Bitcoin. A MicroStrategy, por exemplo, adiciona regularmente mais BTC ao seu portfólio desde 2021 (22.634 BTC). Enquanto isso, as outras três adicionaram 2.910 BTC (Marathon Digital Holdings), 10.766 BTC (Coinbase Global, Inc) e 2.237 BTC (Hut 8 Mining Corp.).

Já a Block e a NEXON Co. mantiveram suas participações, as mesmas desde 2021. A Hive Blockchain, uma empresa canadense de mineração de criptomoedas, foi a única empresa que reduziu suas participações em Bitcoin vendendo 759 BTC. Trata-se de uma redução de 24,56% de sua participação, de 3.091 para 2.332.

Além disso, três novas empresas entraram no top 10 das empresas de capital aberto que possuem Bitcoin em seus balanços. Galaxy Digital Holdings (12.545 BTC), Tesla (10.500 BTC) e Riot Platforms (7.275 BTC) agora ocupam o terceiro, quinto e oitavo lugar no total de Bitcoins.

Tesla e o BTC

Conforme apontou o CoinGecko, a Tesla experimentou a maior flutuação em suas participações em criptomoedas nos últimos dois anos. Em fevereiro de 2021, a empresa de Elon Musk comprou cerca de US$ 1,5 bilhão em Bitcoin a um preço médio de US$ 36.000 por moeda.

No entanto, em sua demonstração financeira do segundo trimestre de 2022, a empresa anunciou que havia vendido 75% de suas participações totais com um lucro de US$ 64 milhões.

Na ocasião, a Tesla citou preocupações ambientais e a necessidade de reequilibrar seus ativos como seus principais motivos. A empresa manteve seus 25% restantes (cerca de 10.500 BTC) sem comprar ou vender nada desde então.

O estudo do CoinGecko analisou as 10 principais empresas de capital aberto com os maiores portfólios de Bitcoin por quantidade de Bitcoin (BTC) mantida, extraída de resultados financeiros relatados, a partir de 3 de agosto de 2023. O valor atual do Bitcoin (US$ 30.090,08) foi obtido pela média do preço diário do Bitcoin às 00:00 UTC em julho de 2023.